Violão de Kurt Cobain usado em gravação do Nirvana é leiloado por US$ 6 milhões


O violão usado por Kurt Cobain na gravação do "MTV Unplugged" do Nirvana, em 1993, foi vendido ontem em um leilão organizado pela casa Julien's por US$ 6 milhões (cerca de R$ 31,8 milhões), um recorde para o instrumento.


O comprador é o empresário australiano Peter Freedman, fundador da empresa Røde Microphones, informou a Julien's em um comunicado.


O empresário afirmou que pretende exibir o instrumento em várias cidades do mundo, com a renda revertida para mundo da cultura.


O preço, de US$ 5 milhões e que subiu a US$ 6,01 milhões após as taxas e comissões, superou amplamente a estimativa inicial da Julien's, que fixou o ponto de partida do leilão em US$ 1 milhão.


Até o momento, a guitarra mais cara da história era uma Fender Stratocaster, batizada "Black Strat", usada pelo guitarrista do grupo britânico Pink Floyd, David Gilmour.


O instrumento foi vendido pelo músico por US$ 3,975 milhões, em um leilão organizado em junho de 2019 pela Christie's com renda destinada a obras de caridade.


O violão de Kurt Cobain vendido no sábado é um modelo raro, o D-18E fabricado pela americana Martin e do qual existem apenas 302 exemplares.


A apresentação acústica do Nirvana durante a gravação da popular série "MTV Unplugged" em 18 de novembro de 1993 se tornou o que é considerado um dos maiores álbuns ao vivo da história.


A performance aconteceu menos de seis meses antes do suicídio, em 5 de abril de 1994, de Kurt Cobain.

0 visualização
  • Facebook

WR Tecnológica - Tecnologia da Informação e Internet